quarta-feira, 31 de março de 2010

Pergunto-me se ainda pensas em mim...
Será que ainda pensas naquilo que fomos... aquilo que passámos... que ultrapassámos... que falámos... daquilo que sorrimos... que chorámos... que sonhámos...??
...
Eu ainda penso...

Hoje voltei a chorar por ti...

Ainda és tu que ocupas o meu pensamento todo o dia... nem imaginas o mal que esta mágoa me faz...
Há dias em que me pergunto onde está aquela pessoa que eu fora antes?? Sempre alegre, sorridente, divertida... aquela que tinha sempre uma palavra amiga para dizer, aquela que ultrapassava todos os obstáculos com um sorriso...
É incrível como pessoas conseguem mudar pessoas...
Mudaste-me... Agora já não consigo ouvir o teu nome sem chorar, não consigo adormecer sem pensar em ti...
...
Hoje voltei a chorar por ti...

terça-feira, 30 de março de 2010

Hoje apetece-me fugir...


apetece-me correr. gritar. explodir. visitar todos os locais que fui contigo. ser feliz.
tou farta da tristeza. farta da saudade. quero recordar todos os momentos que tive contigo. quero revivê-los.
quero rebolar na relva. voar. cantar. dançar. sonhar. quero sair desta prisão. quero ser LIVRE!

Hoje apetece-me fugir...

domingo, 28 de março de 2010

Já não sei...

Às vezes custa-me acreditar que é verdade...
Existe em mim aquela sensação que te dei tudo e acabei por ficar sem nada... sei que isto não é verdade... continuo a ser a mesma pessoa e a ter os mesmos amigos... amigos, aqueles que inconscientemente magoei e deixei de parte... aqueles que apesar disso continuam a meu lado...
Sinto-me mal por ter feito isso... mas quando nos apaixonamos só existe o "eu" e o "tu"... não considero que isso seja mau, em certa escala até é bom...
Às vezes sinto-me ainda uma criança... incapaz de lidar com todos estes sentimentos... ingénua... inocente... sei que tenho de crescer e olhar para o mundo com outros olhos, mas acredita que estes com que o vejo fazem-no parecer muito mais cor-de-rosa e brilhante...
Sinto-me incapaz de distinguir o que quer que seja... já não sei diferenciar amor de ódio... já não sei se me fazes falta ou não... já não sei se te quero... já não sei se deva chorar ou rir... apenas sei que quero ser FELIZ!...

sábado, 27 de março de 2010

Já tentei...

Já tentei divertir-me, já tentei esquecer-te nem que fosse por um minuto... mas não dá... Há algo em mim que é mais forte que a minha vontade... há algo em mim que te põe sempre em primeiro lugar no meu pensamento... É tão difícil já não estarmos como antes... Tenho saudades tuas... muitas... imensas...
...
Podíamos tentar outra vez...

quarta-feira, 24 de março de 2010

Afinal de contas, só se desilude quem se ilude... e eu iludi-me...
Mesmo assim, é em ti que penso antes de adormecer... é em ti que penso ao acordar...

segunda-feira, 22 de março de 2010

Hoje foi um daqueles dias em que precisei de ti, mas tu não estavas lá...
Precisei de falar contigo, mas fui ignorada...
Precisei de um abraço teu, mas o único que me abraçou foi o vento...
Precisei de olhar para esses olhos brilhantes, mas tudo o que tinha à minha volta era escuridão...
Precisei das tuas palavras consoladoras, mas apenas obtive um silêncio ensurdecedor...
Precisei de ti... mas tu não estavas lá

Amanhá precisarei de ti, como vai ser?

domingo, 21 de março de 2010

Porque é que há dias em que esta esperança que me alimenta fala tão alto?
...
Eu só gostava que me entendesses, que percebesses como estou...

sábado, 20 de março de 2010

"Os teus olhos foram esperança
Os meus olhos girassóis
Fomos onde a vista alcança da nossa janela"
Será pedir muito que voltes??
"De tanto querer,
De tanto gostar,
De tanto te amar
Eu nao te quero perder"

quarta-feira, 17 de março de 2010

Hoje choro...

Hoje choro..mas ninguém sabe...ninguém consegue ver ou sequer sentir quando eu choro por ti. Choro porque tenho tantas saudades tuas, porque é tão difícil viver sem ti, porque eu não queria chorar por ti... mas as saudades doem, fazem ferida que em vez de deitarem sangue, deitam lágrimas...
A noite chega e o meu coração fica em pleno silêncio, porque sei que estou só... sem ti...
E sei que quando a noite acabar e o sol entrar pela janela vou continuar só... sem ti... mais um dia da minha vida.
Perdi o teu olhar, o teu sorriso, o teu cheiro, a tua voz, a tua doce companhia... e eu sinto-me tão sozinha...Desculpa... eu não queria que me visses chorar..
Agora, a única coisa que me consola é pensar que puderás voltar...

...

Chega a noite, e a mesma rotina se repete... Podia deitar-me e simplesmente adormecer, mas nunca é isso que acontece... Deito-me e passados poucos segundos estou lavada em lágrimas... o meu pensamento é ocupado única e exclusivamente por ti... tento pensar em tantas outras coisas... mas não dá...
Há dias em que acredito que sou capaz de viver sem o teu sorriso, sem a tua luz que me ilumina... mas no segundo seguinte percebo o quão fraca estou...
Esta distância é tao insuportável... a tua ausência consome-me por dentro...
Tenho tanto para te contar... tantos sonhos para te revelar... estão guardados à espera que me ouças... à espera que me dês atenção...
Tento levar os meus dias o mais normal possível... mas normal, seria se tu estivesses ao meu lado...
Sei que para ti, são apenas meras palavras estas que escrevo... mas para mim, são uma forma de te tentar dizer aquilo que sinto por ti...

segunda-feira, 15 de março de 2010

E se...


Se fosse um mês: Julho
Se fosse um dia da semana: Terça-feira
Se fosse uma hora do dia: 11:54h
Se fosse uma direcção: Sul
Se fosse um móvel: Cama
Se fosse uma bebida: Ice Tea de Limão!
Se fosse uma árvore: Amendoeira ou Carvalho
Se fosse uma fruta: Maçã verde
Se fosse uma flor: Jarro
Se fosse um Clima: Não sei...
Se fosse uma Estação: Primavera
Se fosse um Instrumento musical: Trompete
Se eu fosse um elemento: Água
Se eu fosse uma cor: Verde
Se fosse um som: Chuva
Se fosse uma banda: Esta é muito difícil...

Se fosse um sentimento: Amor
Se fosse uma comida: Massa com natas...
Se fosse uma palavra: Amo-te
Se fosse um sabor: Ácido
Se fosse um cheiro: Pastilhas Sense
Se fosse um verbo: Amar
Se fosse um objecto: Diário
Se fosse uma parte do corpo: Boca
Se fosse uma expressão facial: Uma muito sorridente
Se fosse um filme: Drumline
Se fosse um número: 7
Se fosse um acento: ~
Se fosse uma peça de calçado: All-star
Se fosse um acessório: Bandelete
Se fosse um adjectivo: Espectacular
Se fosse um gesto: Beijinho...
Se fosse um tique: Pentear o cabelo
Se fosse um livro: ui, tantos...



Retirado do blog "Only More Words"

sábado, 13 de março de 2010

Este blog ainda é novinho... a quem o visitar, gostava que pudessem comentar os posts com a vossa opinião e até mesmo com critícas construtivas...

Obrigada
*

Verde...

Há quem goste do amarelo... há quem ame o vermelho... há quem deteste o preto... há quem crie amizade com o azul... há quem desgoste do laranja... há quem odeie o cor-de-rosa... há quem aprecie o roxo... há quem simpatize com o branco... há quem despreze o castanho... há quem estime o cinzento... mas eu, simplesmente amo o Verde!!...

Ser Criança...

Uma criança é o ser mais complexo que existe, mas ao mesmo tempo o mais simples...
Ser criança é ser inocente, é acreditar sempre na boa vontade dos outros, é ser humilde... É dar lições de vida aos adultos, é viver livre... sem preocupações...
Ser criança é não se preocupar com o exterior das pessoas, é divertir-se sempre acima de tudo... É ser muito cusca e achar sempre que já são muito grandes e sabem tudo...
Ser criança é cair, esfolar os joelhos, rebolar na relva... é nunca se preocupar com as nódoas que a mamã tanto fala... É ser autêntico, verdadeiro... é ser artista...
Ser criança é ser o que nos apetecer... hoje princesa, amanhã abelha... É ter sempre um sorriso verdadeiro para oferecer, é adorar deitar na relva, ver figuras nas nuvens e criar histórias!...
Ser criança é viver num mundo de fantasia, onde tudo é perfeito... É detestar a hora de ir para a cama... é saber perdoar...
Ser criança é não ter maldade... é ter o dom de sorrir... é ser capaz de amar sem limites...
Ser criança é acordar cedo para ver desenhos animados, é saltar em cima da cama com sapatos, é vestir as roupas da mãe ou tentar conduzir o carro do pai...
Ser criança é ser especial...
Ser criança é atribuir ao mundo qualidades que ele não tem!...

Despedida...

Quanto mais te conhecia, mais me afeiçoava a ti... Cada dia que passava, dávamo-nos melhor...
Mas um dia, fiquei a saber que terias de partir... foi das notícias mais custosas até hoje... tinhamos apenas 4 meses até à tua partida...
A última vez que te vi, foi num daqueles dias em que acreditamos que nada de mal nos pode acontecer... era o dia do meu aniversário... A única coisa que eu me perguntava era, como vai ser agora sem ti? Quem é que me vai fazer rir? Quem é que me vai aconselhar? Como é que tudo vai ser?... Era um dia de sol, e pela última vez vi o brilho dos teus olhos, a cor dos teus cabelos, o teu sorriso contagiante... foi tão difícil...
As despedidas doem muito, mas o que dói ainda mais, são as saudades... aquelas que nos apertam com uma força incontrolável... aquelas que simplesmente nos fazem chorar...
Agora, apenas me consolo pensando em ti, e sabendo que fazes o mesmo...

"Somos responsáveis por quem cativamos"

É tão difícil...

É tão difícil saber que agora sou apenas amiga...
É tão difícil saber que agora sou igual às outras...
É tão difícil pensar em ti e saber que provavelmente não fazes o mesmo...
É tão difícil acordar e não ter o teu bom dia... deitar-me e não ter o teu desejo de boa noite...
É tão difícil saber que já não sou desejada por ti...
É tão difícil já não ouvir um simples "amo-te"...
É tão difícil lidar com esta distância que agora nos separa...
É tudo tão difícil sem ti...

Será que um dia vamos voltar a ser um do outro?
Será que voltarei a ouvir de ti um "amo-te"?
Será que quebraremos esta distância que nos mantém afastados?
Será que voltarei a ser feliz contigo?
Será que voltará quase tudo ao que era??
...

quinta-feira, 11 de março de 2010

"Always on my Mind"

Maybe I didn't treat you
Quite as good as I should have
Maybe I didn't love you
Quite as often as I could have
Little things I should have said and done
I just never took the time

But you were always on my mind

Tell me, tell me that your
Sweet love hasn't died
Give me, give me one more chance
To keep you satisfied
Satisfied

You were always on my mind...

Michael Bublé

Questionário II

Oito caracteristicas minhas:
- Sonhadora;
- Teimosa;
- Irrequieta;
- Faladora (esta devia valer por 5...);
- Brincalhona;
- Feliz;
- Alegre;
- Sincera...

1- Nome?
Carina

2- Porque lhe deram esse nome?
Porque na altura havia uma novela com uma bailarina chamada Carina, e a minha mãe sempre sonhou ser bailarina... então fiquei com este nome...

3- Faz pedidos às estrelas?
Faço ^^
4- Quando foi a última vez que você chorou?
Ontem!

5- Gosta da sua letra?
Há melhores...
6- Gosta de pão com quê?
Manteiga...

7- Quantos filhos tem?
Imensos, já perdi a conta --'... Nenhum

8- Se você fosse outra pessoa, seria seu amigo?
Claro que sim...

9- Saltaria bungee-jumping?
Acho que não...

10- Desamarra os sapatos antes de os tirar?
Só quando são novos...
11- Acreditas que és uma pessoa forte?
Na maioria das vezes...

12- Gelado favorito?
Menta...

13- Vermelho ou preto?
Verde...

14- O que menos gostas em ti?
Coxas...
15- O que mais gostas em ti?
Olhos...

16- De que tem saudades?
Ser criança...

17- Descreva a roupa e calçado que usa agora.
Pijaminha e meias...

18- Qual foi a última coisa que comeu hoje?
Massa com natas...

19- O que escutas agora?
Michael Bublé

20- A última pessoa com quem falou hoje ao telefone.
Mãe

21- Bebida favorita.
Ice tea de Limão...

22- Comida?
Massa com Natas...

23- O último filme que viu no cinema e com quem.
Planeta 21, com ele...

24- Dia favorito do ano?
1 de Julho...

25- Inverno ou Verão?
Verão...

26- Beijos ou abraços?
Ambos...

27- Sobremesa favorita?
Todas...

28- Que livro está a ler?
Os Maias --'

29- O que tem na parede do seu quarto?
Uma foto e um quadro feito por mim e pelo mano...

30- Filmes favoritos?
A Walk to Remember; Drumline; Moulin Rouge; O Diário da Nossa Paixão...

31- Qual foi o lugar mais longe que foi?
Espanha...

32- Uma música
Come Fly With me - Cullum

33- Uma frase
"Tens o mundo todo em ti... Sorri"
Retirado do blog "Only More Words"

Questionário ^^

1. Abre o livro mais próximo de ti na página dezoito e digita a linha sete.
"Quem me dera que fosse uma brincadeira, a verdade é que estou mesmo cego." - "Ensaio sobre a cegueira" José Saramago.

2. Estica o braço esquerdo o máximo que puderes. O que alcançaste?
Mealheiro

3. Qual a última coisa que viste na TV?
Jamie Oliver

4. Sem olhar, que horas são?
19h25

5. Agora olha para o relógio. Que horas são?
19h35

6.O que estas a ouvir?
Jamie Cullum - Come Fly With Me

7. Quando foi a última vez que saíste de casa? O que foste fazer?
Hoje, fui para a academia ter aula de conjunto de cordas...

8. Antes de começar isto, o que fazias?
Ver outros blogues...

9. Como estás vestida? O que estas a calçar?
Pijama e meias

10. Com o que sonhaste na última noite? Se não o fizeste, com o que gostarias de ter sonhado?
Sonhei com as pastilhas Sense, ahaha...

11. Quando foi a última vez que te riste? Qual foi o motivo?
Hoje, com as minhas figuras parvas...

12. O que tem nas paredes do teu quarto?
Uma foto emoldurada e um quadro pintado por mim e pelo meu mano...

13. Tens visto algo estranho ultimamente?
Algumas sim, mas é melhor não mencionar...

14. O que achas deste questionário?
Hmm, é bom para quando não há nada para fazer xD

15. Qual foi o último filme que viste?
Drumline...

16. Se te tornasses milionário de uma noite para a outra, o que comprarias?
Esta é difícil...

17. Diz alguma curiosidade sobre ti.
Estudo música, huhu

18. Se pudesses mudar uma coisa no mundo, política ou geograficamente, o que seria?
Trazia mais concertos para Portugal...

19. Gostas de dançar?
Nada mesmo... só quando faço figuras de parva com a Inês...

20. Pensamentos sobre George Bush:
No comments...

21. Imagina que teu primeiro filho é uma menina. Que nome davas a ela?
Mel ou Margarida

22. Agora imagina que teu primeiro filho é um menino. Que nome davas a ele?
Gil ou Miguel

23. Gostavas de viver fora do teu país? Porquê?
Umas vezes sim, outras não... O porquê não sei...

24. O que gostarias que te dissessem antes de morreres?
A verdade

25. Se depois disso te encontrasses com Deus o que lhe dirias?
Olá, é bom ver-te...

26.Porquê que os gatos caem sempre de pé?
É uma excelente para perguntar aos gatos e não a mim...

27.Que sensação te causa o dinheiro?
Segurança

28.Em que parte da tua vida sentes uma profunda tristeza?
...

29. Analisa o mais profundamente possível. Como lidas com uma opinião ou crítica alheia.
Depende de como é dita...

30.Diz uma tua total incerteza:
O dia de amanhã

31. Alguém te faz uma pergunta embaraçosa. Qual é a tua reacção?
Rir, rir, rir...
Retirado do blog "Only More Words"

quarta-feira, 10 de março de 2010

video

...

«Quando amamos alguém, não perdemos só a cabeça, perdemos também o nosso coração. Ele salta para fora do peito e depois, quando volta, já não é o mesmo, é outro, com cicatrizes novas. Às vezes volta maior, se o amor foi feliz, outras, regressa feito numa bola de trapos, é preciso reconstruí-lo com paciência, dedicação e muito amor-próprio. E outras vezes não volta. Fica do outro lado da vida, na vida de quem não quis ficar do nosso lado.»

Margarida Rebelo Pinto


Saudades...

Tenho saudades de quando me dizias 'amo-te' fazendo os meus olhos brilharem mais que as estrelas...
Saudades de olhar para a nossa estrela sabendo que fazias o mesmo...
Saudades... algo tao difícil de aguentar...

...

Somos responsáveis por tudo aquilo que cativamos...

Cativar...

"Cativar" quer dizer o quê?
- É uma coisa de que toda a gente se esqueceu - disse a raposa. - Quer dizer "criar laços"...
- Criar laços?
- Sim, laços - disse a raposa. - Ora vê: por enquanto tu não és para mim senão um rapazinho perfeitamente igual a cem mil outros rapazinhos. E eu não preciso de ti. E tu também não precisas de mim. Por enquanto eu não sou para ti senão uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativares, passamos a precisar um do outro. Passas a ser único no mundo para mim. E eu também passo a ser única no mundo para ti... (...)
Se tu me cativares, a minha vida fica cheia de sol. Fico a conhecer uns passos diferentes de todos os outros passos. Os outros passos fazem-me fugir para debaixo da terra. Os teus hão-de chamar-me para fora da toca, como uma música...
"O Principezinho"
Antoine de Saint-Exupéry

Coração...

Gostava de entender o coração...
Às vezes anda aos saltos cá dentro... ninguém o pára; outras vezes parece que nem bate...
Uns dias sorri... outros chora como se não houvesse amanhã...
Por vezes passa dias e dias inteiros a falar comigo... mas por vezes, acho que é mudo...
O meu coração é muito difícil de entender, no entanto, tem a sorte de puder carregar um dos maiores e mais lindos sentimentos: o amor...
By: Me*

terça-feira, 9 de março de 2010

Amor... Saudade...

O amor que sinto por ti é algo que não posso controlar... é algo que simplesmente me inunda e nada posso fazer para o parar. Sem ti sinto-me perdida e vazia no mundo, falta me aquele que me preenchia...

Quando olho para o céu, vejo a tua cara... quando olho para o mar, a tua cara vejo; mas depressa descubro que são apenas miragens... miragens que me fazem chorar desde o acordar ao deitar, miragens que me mantêm acordada toda a noite a pensar em ti... É de ti que preciso, é de ti que tenho saudades, és tu quem me faz falta... Sem ti, já não acordo a sorrir como fizera antes, acordo sim com uma lágrima no canto do olho e com vontade de gritar para o mundo: Amo-te...

By: Me

O Amor

Quando o amor te acenar, segue-o,
ainda que por caminhos ásperos e íngremes.

E quando suas asas te envolverem,
rende-te a ele,
ainda que a lâmina escondida sob suas asas possa ferir-te.

E quando ele te falar, acredita no que ele diz,
ainda que sua voz possa destroçar teus sonhos,
assim como o vento norte açoita o jardim.

Pois, se o amor te coroa, ele também te crucifica.
Se te ajuda a crescer, também te diminui.
Se te faz subir às alturas
e acaricia teus ramos mais tenros, que tremem ao sol,
também te faz descer às raízes
e abala a tua ligação com a terra.

Como os feixes de trigo, ele te mantém íntegro.
Debulha-te até que fiques nu.
Transforma-te, retirando a tua palha.
Tritura-te, até que estejas branco.
Amassa-te, até que te tornes macio;
e então te apresenta ao fogo,
para que te transformes em pão,
no banquete sagrado de Deus.

Todas essas coisas pode o amor realizar,
para que saibas dos segredos do teu coração,
e com esse conhecimento sejas um fragmento
do coração, da vida.
"O Profeta"
A música é barulho que pensa...

Ser Feliz...

Ser feliz... não é viver uma vida desafogada de problemas... não é viver amores sem decepções... não é trabalhar sem cansaço...
Ser feliz é conseguir fazer da fraqueza força... reconhecer que vale a pena viver... aprender com os erros... deixar de ser vítima dos problemas e tornar-se autor de sua própria história... é não ter medo dos próprios sentimentos... é ter coragem para ouvir um não...
Ser feliz é uma arte...
By: Me

Sorriso...

Sorriso, diz-me aqui o dicionário, é o acto de sorrir. E sorrir é rir sem fazer ruído e executando contracção muscular da boca e dos olhos.
O sorriso, meus amigos, é muito mais do que estas pobres definições, e eu pasmo ao imaginar o autor do dicionário no acto de escrever o seu verbete, assim a frio, como se nunca tivesse sorrido na vida.

José Saramago

Primeiro Amor...

É fácil saber se um amor é o primeiro amor ou não. Se admite que possa ser o primeiro, é porque não é, o primeiro amor só pode parecer o último amor. É o único amor, o máximo amor, o irrepetível e incrível e antes morrer que ter outro amor. Não há outro amor. O primeiro amor ocupa o amor todo.
Nunca se percebe bem por que razão começa. Mas começa. E acaba sempre mal só porque acaba. Todos os dias parece estar mesmo a começar porque as coisas vão bem, e o coração anda alto. E todos os dias parece que vai acabar porque as coisas vão mal e o coração anda em baixo...
Miguel Esteves Cardoso

Experiência...

«Já fiz cócegas à minha irmã só para que deixasse de chorar, já me queimei a brincar com uma vela, já fiz um balão com a pastilha que se me colou na cara toda, já falei com o espelho, já fingi ser bruxo...
Já quis ser astronauta, violinista, mago, caçador e trapezista; já me escondi atrás da cortina e deixei esquecidos os pés de fora; já estive sob o chuveiro até fazer chichi...
Já roubei um beijo, confundi os sentimentos, tomei um caminho errado e ainda sigo caminhando pelo desconhecido...
Já raspei o fundo da panela onde se cozinhou o creme, já me cortei ao barbear-me muito apressado e chorei ao escutar determinada música no autocarro...
Já tentei esquecer algumas pessoas e descobri que são as mais difíceis de esquecer.
Já subi às escondidas até ao terraço para agarrar estrelas, já subi a uma árvore para roubar fruta, já caí por uma escada...
Já fiz juramentos eternos, escrevi no muro da escola e chorei sozinho na casa de banho por algo que me aconteceu; já fugi de minha casa para sempre e voltei no instante seguinte...
Já corri para não deixar alguém a chorar, já fiquei só no meio de mil pessoas sentindo a falta de uma única...
Já vi o pôr-do-sol mudar do rosado ao alaranjado, já mergulhei na piscina e não quis sair mais, já tomei whisky até sentir meus lábios dormentes, já olhei a cidade de cima e nem mesmo assim encontrei o meu lugar...
Já senti medo da escuridão, já tremi de nervos, já quase morri de amor e renasci novamente para ver o sorriso de alguém especial, já acordei no meio da noite e senti medo de me levantar...
Já apostei a correr descalço pela rua, gritei de felicidade, roubei rosas num enorme jardim, já me apaixonei e pensei que era para sempre, mas era um 'para sempre' pela metade...
Já me deitei na relva até de madrugada e vi o sol substituir a lua; já chorei por ver amigos partir e depois descobri que chegaram outros novos e que a vida é um ir e vir permanente...
Foram tantas as coisas que fiz, tantos os momentos fotografados pela lente da emoção e guardados nesse baú chamado coração...

Agora, um questionário pergunta-me, grita-me desde o papel: ' - Qual é a sua experiência?'

Essa pergunta fez eco no meu cérebro. 'Experiência... Experiência...' Será que cultivar sorrisos é experiência?

Agora... agradar-me-ia perguntar a quem redigiu o questionário: ' - Experiência?! Quem a tem, se a cada momento tudo se renova???'